Backup

HD ou SSD ? Algumas vantagens e desvantagens.

Uma tendência do mercado de tecnologia da informação é a troca de HDs por SSDs, e isso vem ocorrendo devido às vantagens dessa nova tecnologia, principalmente a velocidade inicialização do computador e acesso aos dados, que faz com que os computadores se tornem mais rápidos, e têm dado uma nova vida a computadores mais antigos e lentos.

Mas como toda tecnologia ela tem vantagens e desvantagens e no caso dos HDs, que têm uma parte mecânica que internamente é composta por discos que giram em uma velocidade entre 5500 e 15000 RPM, e uma cabeça de leitura e gravação, e fazem isso durante anos com uma vida útil média de 5 anos, a maior desvantagem é a velocidade de acesso aos dados, o que têm gerado uma procura cada vez maior pelos SSDs, e a maior vantagem até o momento ainda está sendo um preço menor por espaço de armazenamento. Raramente um computador novo está sendo vendido com um HD com capacidade inferior a 1 TB, que está custando hoje em média R$ 350,00, ou R$ 0,34 por GB.

Já os SSDs são muito mais rápidos, mas em compensação têm um custo por espaço bem maior. Só para se ter uma ideia da diferença de preço, hoje um SSD de 240 GB custa em média R$ 280,00, ou seja R$ 1,16 por GB.

Existe uma tendência de queda nos preços dos SSDs na medida em que aumenta o volume de produção e a tecnologia vai ficando mais barata, mas por enquanto a diferença ainda é grande.

A minha maior preocupação em relação aos SSDs é a morte súbita, porque ao contrário dos HDs, que mesmo com alguns setores ruins são estragando aos poucos, dando tempo de o usuário perceber e trocar o HD antes que ele pare de vez, os SSDs morrem de repente sem dar nenhum aviso.

Eu vou contar um caso que aconteceu comigo, para dar uma ideia do pesadelo que pode causar.

Eu estava participando da implantação de ERP em uma empresa de Blumenau em pleno verão, e quem conhece essa cidade sabe que isso significa um calor infernal com um nível de umidade do ar muito alto, o que faz com que você se sinta trabalhando no meio de uma saúna. Como se não bastasse o stress de uma virada de sistema, aguentando uma cliente nem um pouco paciente.

Eu resolvi almoçar em um shopping próximo para ter um pouco de sossego e um bom ar condicionado. Sentei na praça de alimentação, abri o meu note com um SSD de 240 GB com poucos meses de uso, consultei algumas anotações do sistema para trabalhar a tarde, fechei o meu note, almocei e peguei um Uber para voltar para o cliente. Ao chegar para uma mais uma tarde de stress abri o meu notebook, e o meu SSD havia sumido, como se jamais tivesse existido !

O resultado é que o meu stress que já estava alto piorou muito, quando ao contar para a cliente que o meu note havia parado de funcionar, ainda tive de aguentar um olhar de dúvida. Tive de comprar um SSD pagando muito mais caro do que havia pago pelo que estragou, e aguardar um colega que estava indo de Curitiba para trabalhar comigo levar o meu HD de backup.

Fiquei até o início da madrugada recuperando os meus dados para voltar para o cliente no dia seguinte, e tentar recuperar o atraso de uma tarde perdida.

A lição que ficou desse incidente é a que transmito para vocês com esse texto, nunca confie cegamente em novas tecnologias e mantenha sempre um bom backup dos seus dados, de preferência em nuvem. Se você já está usando SSD desconfie ainda mais, e procure um bom provedor de backup em nuvem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *